CREED

Tudo começou com uma garrafa do Royal English Leather – uma rica mistura de mandarim, âmbar e sândalo – comissionada pelo rei George III (após ter se encantado com um par de luvas com essência de Creed). Passada de pai para filho por sete gerações desde a sua fundação em Londres em 1760 por James Henry Creed, a Casa de Creed tem feito fragrâncias artesanalmente para realezas e pessoas altamente exigentes por mais de 250 anos.

Como a única casa de fragrâncias que conta com uma técnica de infusão antiga para capturar a matéria prima e rara de cada perfume, Creed criou um legado de  incomparáveis essências, tanto comissionada como usada por grandes nomes da história: rainha Victoria (Fleurs de Bulgarie); Imperatriz Eugenie, da França (Jasmin Imperatrice Eugenie); Imperador Franz-Josef do império Austro-Húngaro e sua esposa, a imperatriz “Sissi” Elisabeth (Fantasia de Fleurs); a rainha da Espanha Maria Cristina (Vanisia) e líderes políticos globais como Winston Churchill (Tabarome Millesime), o presidente John F. Kennedy (Vetiver); assim como várias estrelas de cinema e diversas primeiras-damas.